Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009

 

 

West Side Story

 

Tendo em conta que foste fazer o casting por acaso, de que forma recebeste a notícia de que tinhas sido escolhido para interpretar o papel de Tony, o protagonista? Como te sentiste na estreia?

 

 


Ricardo Soler - Quando o elenco foi definido, eu não fiquei logo como protagonista: o Tony era o Rui Andrade e a Maria era interpretada pela Cátia Tavares e pela Bárbara Barradas, eu fazia um dos “Jets” o A-RAB e nas primeiras duas semanas cheguei a aprender grande parte do papel. Ao fim dessas semanas, houve reestruturação do elenco e o Sr. Filipe La Féria disse-me : “Comece a concentrar-se no Tony e esqueça o A-Rab”, aí sim, lembro-me de ter ficado muito satisfeito e de ter pensado que afinal tinha valido mesmo a pena.


 

 

Qual a sensação de contracenares com actores como a Cátia Tavares, Lúcia Moniz, entre outros, alguns já consagrados em vários musicais de Filipe La Féria?

 

RS - É uma sensação fantástica, aprendemos sempre tanto! Adoro chegar aos agradecimentos e olhar para um lado e ver a Cátia Tavares e olhar para o outro e ver a Lúcia Moniz que eu sempre admirei. Cada pessoa daquele elenco encerra em si uma história de vida e uma experiência profissional singular, e sinto que todos me ajudaram a desenvolver o “meu” Tony.


 


As pessoas sentem que te entregas completamente em tudo o que fazes... No teatro, de que maneira é essa entrega, para que um dia não seja igual ao outro?

 

RS - Como sou ainda um principiante, a minha entrega baseia-se em acreditar naquilo que estou a dizer e que a personagem está a viver. Se eu acreditar, acho que as pessoas sentir-se-ão mais predispostas a acreditar em tudo aquilo que se está a passar ali! E o teatro é mágico e torna possível o impossível!

 

 

Sonhos e projectos para o futuro...


 

Na tua carreira musical, tens algum sonho que gostarias de ver concretizado em breve?

 

RS - Tenho concretizado tantos sonhos…gostava de poder fazer um dueto com a Lúcia Moniz, já que o sonho de trabalhar com ela se realizou, gostava que se materializasse numa canção!


 

Que o instrumento musical gostarias de aprender (uma vez que manifestas interesse em aprender um, para poderes compor as tuas músicas)?

 

RS - Gostaria de voltar a tentar a aprender a tocar viola, mas sou muito descoordenado manualmente e acabo sempre por fazer mais desgraça do que propriamente música!


 

Para quando um CD de originais? Consegues descrever como o idealizas?

 

RS - Tenho a consciência absoluta de que, um CD de originais seria a melhor maneira de poder agradecer a todo o público que me apoiou desde sempre, mas acho que é algo muito difícil de concretizar. Não sei responder quando é que este CD vai aparecer. Tenho uma ideia bastante clara em relação ao CD que idealizo…gostava que as letras fossem todas minhas…


 

Em que te inspiras quando compões as tuas letras? Idealizas logo a sonoridade que gostarias que a canção tivesse?
 

RS - Escrevo desde os 13 anos. Escrevia muito em inglês, português e até castelhano. Hoje em dia só escrevo em português porque é como me faz mais sentido e inspiro-me em pequenas coisas diárias, em situações que vivi ou que sei que os outros viveram. Quando estou a escrever imagino logo a sonoridade que a canção poderia ter e às vezes até surge uma melodia que gravo logo no telemóvel para não me esquecer! Tenho cadernos, papeis, blocos cheios de letras!



 

De todos os duetos, trios, que já fizeste qual a pessoa com quem mais gostaste de cantar?

 

RS - Não quero cometer nenhuma injustiça porque todas essas oportunidades foram muito importantes, mas sem dúvida que a Helena Vieira foi a pessoa com quem mais gostei de cantar e de partilhar um palco e ainda ter a sorte de receber um prémio!


 

Se escolhesses uma canção para te definir não apenas enquanto cantor mas sobretudo como pessoa, qual escolherias? Porquê?

 

RS - Pergunta muito difícil porque sempre ouvi de tudo na minha vida e é-me tão difícil escolher apenas uma...mas “Return To Innocence” dos Enigma. É uma canção que me leva a viajar, que me faz sentir os quatro elementos, que me leva ao meu passado, que me faz aproveitar o presente e sonhar com o futuro e que me faz acreditar em coisas melhores!

 

 

Depois de tudo o que te aconteceu recentemente (O.T., Festival da Canção, Sinatra Blue Eyes, Chamar a Música, West Side Story...), ainda te consideras uma pessoa pessimista?

 

RS - Acredito que todas as coisas que sucederam até agora foram atingidas com trabalho, dedicação e acima de tudo de forma honesta e que por isso me foram tornando mais confiante e mais forte, o pessimismo às vezes ainda teima em aparecer, mas é cada vez mais raro.



 

Curiosidades


 

Tens algum tipo de amuleto ou superstição, ou alguém/alguma coisa que te inspire e te ajude a dar o teu máximo nas tuas actuações?

 

RS - Antes de cada actuação gosto sempre de a dedicar aos meus avós que já partiram e ao meu primo Maestro José Marinho, para que me guiem, me acompanhem e para me fazerem dar o meu melhor!


 

Se tivesses um dia só para ti o que farias e para onde ias? Ias sozinho?

 

RS - Se tivesse um dia só para mim, fazia as malas e ia viajar e conhecer o mundo…se ia sozinho? Muito provavelmente…adoro explorar o mundo que me rodeia e estar sozinho permite-me sempre pensar na minha vida, organizar ideias e melhorar!

 


 

Qual a situação mais embaraçosa/ inesperada que já te aconteceu em cima de um palco?

 

RS - Já aconteceram as mais diversas situações: colocarem um cão em cima do palco e o pobre coitado estar assustadíssimo; darem-me um copo de vinho para a mão (não suporto vinho!) e só me deixarem continuar o concerto depois de beber o copo todo; uma vez no musical do Sinatra, os meus colegas colaram-me os copos do gin à toalha e quando os fui levantar para os encher com gin veio a toalha toda atrás; mas sem dúvida que a situação mais embaraçosa foi num concerto na Madeira com a Denisa, em que o organizador do concerto no fim do mesmo, pegou no microfone e pediu para que eu e a Denisa déssemos um beijo na boca para toda a gente ver!! Só me lembro de me querer enfiar num buraco qualquer enquanto a Denisa, toda chateada dizia “não dou beijos na boca aos meus amigos!”

 

 

O público reconhece o teu trabalho? Tens uma relação positiva com os teus admiradores?

 

RS - Graças a Deus fui sempre muito bem aceite pelo público e continuam a apoiar-me em todos os projectos onde estou inserido. Adoro conhecer as pessoas e poder agradecer-lhes pelo apoio é algo que faço sempre questão de fazer! Tento sempre estar disponível para dar atenção a toda a gente, tirar fotos, dar autógrafos e conhecer melhor as pessoas que me puseram onde eu estou agora. A todos muito obrigado!

 

 

 


Obrigada a todas as pessoas que nos ajudaram a elaborar esta entrevista, enviando as suas perguntas. E um agradecimento especial ao Ricardo pela disponibilidade que nos concedeu para responder a todas as nossas questões!

 

 



publicado por Administração às 01:15 | link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De Su a 13 de Fevereiro de 2009 às 01:55
Em primeiro lugar , adorei cada parte da entrevista , é sempre tao bom , conhecer mais e melhor aquela pessoa que fazemos questao de acompnhar toda a sua carreira :)
Obrigado pelo trabalho todo que puseram aqui , parabéns pelas perguntas todas , e obrigado ao ricardo por partilhar pequenos pedaços da vida dele connosco!

Beijinhos e parabéns pelo excelente trabalho *


De vanessaf a 13 de Fevereiro de 2009 às 10:06
A entrevista está fantástica, super completa :)
Valeu a pena esperar pela 3ªparte e ver as respostas do Ricardo às minhas perguntas :)
Um agradecimento especial ao site pela iniciativa e organização (não me canso de repetir isto :p) e ao Ricardo pela disponibilidade e honestidade!
*


De lilipat a 13 de Fevereiro de 2009 às 17:25
A entrevista está excelente...esta 3ª parte é, talvez, a mais engraçada pela parte das curiosidades...realmente pôr um cão em cima do palco...coitadito...:P. E, no lugar da Denisa, também ficaria chateada...isso não é coisa que se peça...enfim...
Parabéns à Irmandade, a todos os que enviaram as suas perguntas e ao Ricardo, claro...:D


De nunes a 13 de Fevereiro de 2009 às 19:42
A entrevista está excelente e é curioso como os autores das perguntas, não tendo falado uns com os outros, conseguiram abarcar todos os passos da carreira do Ricardo, bem como curiosidades super interessantes!
Parabéns aos autores das perguntas, obrigado à equipa do site pela lembrança da entrevista e pelo trabalho de compilação das perguntas e de arranjar as fotos adequadas e um bem haja especial ao Ricardo por ter respondido a todas as perguntas que lhe colocámos.
Tal como a Vanessa, também valeu a pena esperar pela 3ª parte, para ver as minhas perguntas respondidas!


De Vania Raquel a 13 de Fevereiro de 2009 às 20:49
ohh que pena que acabou a intrevista! x'D
O Ricardo dia para dia surpreende-me maiss.. mesmo um rapaz que não tenho mesmo dúvidas nenhumas que vai ter um grande futuro pela frente!
:P
Obrigada ricardo por seres assim! :')
Muito Obrigado ao dono do site, se não fosses tu, como obtinha novidades do ricardo? :')
Beijinhosss para todos voces (Ricardo, fãs..)


De Helena a 14 de Fevereiro de 2009 às 13:21
Obrigada por esta entrevista ;)
Foi muio bom podermos conhecer mais sobre o nosso artista ;)
Bom trabalho :D


De Luisa a 14 de Fevereiro de 2009 às 13:36
Gostei muito da resposta que deste a uma das minhas perguntas. 'Return To Innocence' é uma canção lindissima, com uma mensagem fantástica!

«Be yourself don't hide
Just believe in destiny.

Don't care what people say
Just follow your own way»


:)



Comentar post

Projecto PORTUGAL ACÚSTICO


SINGLE

SE TE AMO

ZOW feat. Ricardo Soler

LOVE SEX



VIDEOCLIP OFICIAL

posts recentes

www.ricardosoler.com

Videos: Portugal Acústico...

Ricardo Soler na SIC Inte...

Videoclip: ZOW feat. Rica...

Video: Ricardo Soler e Br...

Audio: Ricardo Soler na R...

Gala de Natal Operação Tr...

Entrevista: Rádio Clube d...

Video: PORTUGAL ACÚSTICO ...

Video: PORTUGAL ACÚSTICO ...

Fotos: PORTUGAL ACÚSTICO

SHOWCASE: FNAC CHIADO

Videos: Ricardo Soler na ...

Gala de Natal ASA

Natal de Esperança (SIC)

Gala "Natal Solidário"

Videos: Portugal Acústico...

Audio: Entrevista na Rádi...

Portugal no Coração (RTP)

PORTUGAL ACÚSTICO ao vivo...

arquivos
Recorda a entrevista exclusiva

PARTE 1 PARTE 2 PARTE 3

Vídeo Em Destaque

MATAS-ME COM O TEU OLHAR

SHOWCASE FNAC CHIADO

 

Operação Triunfo
Watch videos at Vodpod and music videos and more of my videos
Eurovision Party
Watch videos at Vodpod and more of my videos
West Side Story
Watch videos at Vodpod and more of my videos
Subscreve!

Facebook


Newsletter


Canal YT








MARCAS/PATROCÍNIOS

Embaixador do Spazzio Vita



Spazzio Vita
Rua Poeta do Bocage, n.º 18 D

Telheiras

1600 - 581 Lisboa

tlm: 965057177
tlf: 210138345
spazzio@sapo.pt